Viagem marcada para Cartagena? Confira essas dicas imperdíveis para aproveitar a cidade!

De malas prontas para conhecer Cartagena? Hospede-se no centro da cidade e confira as dicas que preparei para os leitores do Vício Viajar!
*Por Anália

Cartagena de Índias é uma cidade colombiana situada na região do mar do caribe. Seu centro histórico, conhecido como cidade fortificada (ou amuralhada), é considerado patrimônio histórico e cultural pela Unesco desde 1984.

1) Caminhar sem destino pelaS RUAS do centro histórico

Caminhando pelo centro encontrei “La Gorda”, de Botero, na Plaza de Santo Domingo

Esse foi meu programa preferido na minha viagem a Cartagena, em agosto de 2016. Eu recomendo fortemente que você se hospede dentro da cidade amuralhada, para sentir o “clima” cartaginense. As ruas – quase sempre estreitas – com suas casinhas coloridas e de sacadas floridas darão um charme todo especial à sua caminhada. Alguns pontos turísticos: Catedral de Cartagena, Museo del Oro, Torre del Reloj , Museu Simón Bolívar, Plaza Fernandez de Madri, Casa García Marquez (onde o escritor morou), Plaza de San Diego e Las Bóvedas (com lojinhas para comprar as lembranças!).

2) Caminhar (ou passear de bike) por cima da muralha




 

São 11 km de extensão da muralha que foi criada para proteger a cidade de ataques estrangeiros. Você pode alugar uma bicicleta por hora e dar uma volta na muralha, para ter uma outra visão da cidade. Use bastante protetor solar, o calor em Cartagena beira o insuportável (38 graus de dia, 28 graus à noite, mas com uma sensação maior, e muito úmido). Prepare-se para suar, mas eu acho que a vista compensa =)

3) Visitar o museu que fica no Palácio da Inquisição

Museus não são prioridades em minhas viagens, mas acabo entrando em um outro e, ao longo das minhas andanças, alguns museus que contam história entraram no meu coração, rs. Nesse eu cai de paraquedas: estava chovendo muito e não tinha como explorar a cidade a pé, então fui lá para dentro esperar a chuva passar…

Além de informações sobre a inquisição espanhola nas américas, com aparelhos de torturas usados na Idade Média, o museu também conta um pouco sobre a colonização espanhola na Colômbia, e como a cultura é influenciada pela chegada dos negros africanos escravizados. 

A entrada custa 19 mil pesos colombianos (preço atualizado em maio/2017).
Mais informações no site oficial: http://www.muhca.gov.co/muhca

4) CONHECER O Castillo San Felipe de Barajas

Cartagena vista de dentro do Castelo!

Saindo um pouco da cidade amuralhada, você pode fazer uma visita ao Castillo San Felipe Barajas, que é a maior obra militar espanhola das Américas! O castelo abre para visitação às 8h e fecha às 18h, e custa $25.000 pesos colombianos (cerca de 30 reais), valor de maio de 2017. Esse valor não inclui guia – ficam vários na entrada do Castelo oferecendo o serviço) nem áudio guia (pode ser comprado na bilheteria, não recordo o valor exato, mas acredito que custa cerca de 15mil pesos).
Na bilheteria você recebe um mapa e dentro do castelo há uma salinha que passa um vídeo explicando a história (em inglês – britânico – ou espanhol, vai depender do que a maioria das pessoas presentes no momento escolher).
No site oficial: http://fortificacionescartagena.com/es/castillo-de-san-felipe-de-barajas/ você pode conferir atualização do preço e informações sobre outros fortes de Cartagena.

Aproveite que saiu das muralhas e dê uma passada no monumento “los zapatos viejos”, que fica atrás do castelo é uma homenagem a um dos maiores poetas de Cartagena, Luis Carlos López, e a sua obra mais popular, “A mi Ciudad Nativa”.

5) VER O Pôr do sol no Café del Mar

Melhor que escrever qualquer coisa, é mostrar a foto:

Vai ter muita gente na sua foto, mas vai valer a pena…

Eu não petisquei pois fomos apenas para ver o pôr do sol, então pedimos uma cerveja para assistir ao espetáculo do astro rei e fomos embora. Valeu a pena, apesar de estar cheio no horário.

6) Jantar no Malanga Bistrô

O restaurante Malanga fica na Plaza de San Diego e é uma alternativa ao chique “El Santíssimo”. O Malanga faz parte da mesma rede e os ceviches são deliciosos, além de ter drinks exóticos! Se não quiser bebida alcóolica, minha indicação é a limonada de coco. Em agosto de 2016, paguei cerca de 50 mil pesos colombianos por um coquetel de camarão e uma limonada, já incluído o serviço. Se puder gastar um pouco mais, vá ao super indicado El Santíssimo, que fica bem próximo, na Calle Del Torno.

7) Cair na balada

Se você gosta de uma balada (ou rumba, como diriam os colombianos), com certeza vai curtir Cartagena. Tocando todos os estilos musicais, principalmente reggaeton, a noite começa tarde – pode sair do hostel/hotel à meia-noite – e vai até de manhã.



Dentro das muralhas minhas sugestões são Eivissa ou Mirador Café Bar, que ficam na Plaza de los Coches, bem pertinho da Torre del Reloj. O mirador tem mais cara de “bar”, então você pode ir um pouco mais cedo e depois pular para o Eivissa depois. Ambos ficam no terraço, ao ar livre, com vista para Cartagena, não é uma delícia?

Em Getsemani, a sugestão é o famoso Café Havana (fechado aos domingos), que serve para jantar (abre às 8h30) e depois vira balada (com salsa, inclusive) até 4h da manhã. Prepare-se para o aperto, pois o lugar fica bem cheio!

Não espere pagar barato – as bebidas possuem preços equivalentes aos da noite em São Paulo. Na Eivissa e no Mirador Café é possível negociar a entrada se você estiver em grupo! Mas a noite de Cartagena tem diversas opções, nem precisa procurar, haverá gente chamando os turistas e oferecendo o melhor negócio, rs.

Deixe uma resposta